Páginas

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Expectativa

O câncer da minha vida envolve o ser da melancolia e
das alegrias que levo em escrever entre curvas
quentes
envolventes d'um pensamento vago.
Nado rumo ao aquário,
meu ascendente que indica as libras de meu peito,
afogando no mar da solidão
tendo fim.
No chão a pisar ou mar a navegar,
que humano sê?
Assim
colecionando expectativa, virgem do meu afeto
por ti, mulher!

8 comentários:

  1. Intenso querido...
    um sentimento assim se faz necessário expor senão agente explode...
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Gostei, Bruno. É incrível a quantidade de poetas que existem na blogosfera ;)

    []'s

    ResponderExcluir
  3. Amei!!!

    dessa vez eu senti o balançar das curvas...

    ResponderExcluir
  4. Adoro amores idealizados, adoro sentimentos sinceros, adoro pessoas interessantes e aquilo que elas tem de bom para mostrar ao mundo. E gostei do seu blog, parabéns. (:
    Bom, não sei se é pedir demais que você visite meu recanto de pensamentos vãos. Se for, serei egoísta e pedirem da mesma forma. ^~
    De qualquer forma, espero passar por aqui sempre.
    Grande abraço,

    Ana Pontes

    http://anapontes-pensamentosavulsos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. oi adorei teu blog
    te sigo
    me visita e segue?
    bjos

    http://rgqueen.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, você já segue o blog do Guilherme Sakuma - e ele também segue o seu. Agora ele está colaborando no meu (blog); é bem legal também, tem algumas histórias cabeludas e tal, rs.

    Estou te seguindo, se puder, me segue por lá também!

    Beijo *

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário. A POESIA AGRADECE!