Páginas

sábado, 4 de setembro de 2010

Tempo (ou Sonhos de um setembro).


J
ulgar o teu coração
Amargo de suor
E sujo de amor
Espantar todo esse cheiro sutil
E leve.

Sua beleza virando pó
Seu sonho espelhado
Em um reflexo sem limites.

Anda pega e corre
Todo esse sentimento moldado a sofrimento e
Alegrias.

Escuta-me senhor de todos os deuses
Amigo de todos os corações solitários
Revoluciona a minha ofuscante visão
De tudo e do nada.

Decreto o fim do começo inquieto
Todo choro involuntário
E toda agonia cardíaca.

Hoje tudo mudou
A primavera nasceu
E trouxe o amor de alguém,
Ao lado meu.

32 comentários:

  1. De verdade, a primavera só começa no fim de Setembro. Até lá, ainda vou ter alguns cardiogramas fora de sincronia e choros repentinos.

    Abraço! ;)

    http://anpulheta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. primavera não é somente uma estação do ano, levem a primavera como um estado de espirito.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo!
    Adorei essa parte: Todo esse sentimento moldado a sofrimento e
    Alegrias.

    Beijos

    http://www.mixofmonsters.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o seu poema!

    http://filosofiapoemasementes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. lindo demais,menino
    a profundidade do seu poema me deixou emocionada
    parabéns
    toh te seguindo
    depois passa lá no meu
    www.socloserbaby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. belas palavras...com primavera tudo se renova...tudo e novo...e so querer ....

    ResponderExcluir
  7. oi obrigado por comentar no meu blog lindo poema
    bjs

    http://agbcinderela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Que lindo!
    Todas as vezes que passo por aqui, saio encantada! É como tlhe disse: a estética do blog juntamente com as postagens intensas, nos é convidativo sempre!
    Não há como passar por aqui e não querer voltar...não querer se deliciar com palavras, sentimentos...não querer se transpostar pra essa dimensão tão agridoce, tão intensa!!!

    'a primavera deve ser a paz de espírito...'

    Beijos querido!

    ResponderExcluir
  9. Bon saber qe a "bendita" chegou.. feliz por sua alma-primavera.

    Flores!

    ResponderExcluir
  10. muito bom o poema vc tem muito talento parabéns,

    ResponderExcluir
  11. Ja gostei logo de cara do nome...e o poema é lindo!!!
    Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  12. Adorei o blog, o poema e a sua adorável visita!

    bjos

    ResponderExcluir
  13. Pra quem gosta de romance, acho que é algo profundo //hum

    ResponderExcluir
  14. setembro....
    particularmente um mes incrivel!
    setembro.

    bjs... adorei

    ResponderExcluir
  15. Lindo, adorei *-*
    Fala tudo que eu precisava pro meu momento, de verdade!
    Escreve lindamente bem!

    Sobre meu texto "Desabafo", em que você comentou, eu só queria dizer que eu não me referia a mim, não é pessoal -rs Mas obrigada.

    ResponderExcluir
  16. algo que mudou com a chegada de alguém.
    a primavera que voltou a florir dentro do estado de espírito.

    ResponderExcluir
  17. "Julgar o teu coração
    Amargo de suor
    E sujo de amor"

    E julgam o meu coração, por não reconhecer nos seus as verdades que o motiva a ser feliz. Gostei muito, já sigo.

    ResponderExcluir
  18. Presente pra tures:
    http://peqquenacriatura.blogspot.com/2010/09/o-moco-de-plastico.html

    Flores!

    ResponderExcluir
  19. A primavera, no Neoclassicismo significa infância, tempo de alegria. Eu não levo jeito com poemas. Gostaria de levar. Inveja boa.

    ResponderExcluir
  20. Oi, também sou cult e achei o sou poema a coisa mais linda que li pela blogosfera hoje.

    ResponderExcluir
  21. Como tudo na vida, tem o renovo! A primavera simboliza isso! Essa coisa boa, esse encotro do espirito e do corpo.

    muito lindo o poema.

    FLORES E FOLHAS!

    ResponderExcluir
  22. Você disse beem, primavera como um estado de espírito! Traz alegria, amoor, toda mudança de estação nos muda também, trazem coisas novas em seus dias.

    ~* Adorei o poema, já estou seguindo

    ResponderExcluir
  23. Visceral, profundo, entorpecedor... Viaja, poeta, que esta é tua praia...

    ResponderExcluir
  24. Muito profundo, bonito mesmo! parabéns!

    ResponderExcluir
  25. Inconstâncias da vida...
    (...) Ah, o amor! Tem sentimento mais sublime? :)

    Adorei! Estou te seguindo!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário. A POESIA AGRADECE!