Páginas

domingo, 19 de setembro de 2010

Plenitude


O
céu meio cinza e azul
fez-me o favor de chorar
aconteceu diferente.
O Coração não doeu como de costume
sem tosses ou espirros
pareço estar curado
da vida e de tudo.
Então celebraremos enfim, o fim
da minha paixão por você, solidão.
Bandida e ingrata.

23 comentários:

  1. Apesar da melancolia presente o poema é lindo Theo :D Parabéns ja pode se considerar um escritor

    ResponderExcluir
  2. Muito legal. Além de muito intenso. :)

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. como explicar o inexplicavel?
    podera você estar escrevendo pra mim!?

    theo.. simplesmente amei.

    ResponderExcluir
  4. Cara, realmente gostei da sua forma de escrita!

    Vou lhe seguir!

    Muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  5. fico feliz que tenha se indentificado, Deise.

    ResponderExcluir
  6. mais do que isso, fico realmente feliz e grata por suas palavras serem assim, tocantes!
    bjs
    Bee
    Theo.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do que escreves. Poético, profundo, mas simples. Muito bonito.
    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ja comemorei muito o fim da minha paixão bandida !
    Hoje, dou Adeus de vez para ela.

    muito bom :]

    ResponderExcluir
  9. Não posso nem me dizer tudo que penso, seria muita ousadia de minha parte, mas acho-tento compreende-lo [o menino de plástico] como posso.

    Flores!

    ResponderExcluir
  10. Forte e sincera: que nem a paixão

    ResponderExcluir
  11. parabens cara vc escreve muito ben,seu poema fez me relembrar do passado XD

    ResponderExcluir
  12. Apaixonei-me pela figura do céu chorando.
    Parabéns pelas poesias!

    Adiante!
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  13. Cara, a começar pelo título do blog, sensacional.

    Este poema seu então...
    Digno de uma cadeira na Academia de Letras (exagerei, não?)

    ResponderExcluir
  14. quanta tristeza e melancolia pra falar de amor!!!

    mas gostei!!!

    parabéns!!

    às vezes, a gente se sente meio assim mesmo!!

    ResponderExcluir
  15. estou falando de solidão, só para constar!

    ResponderExcluir
  16. Muito lindo, profundo.
    Consegue usar bem as palavras!
    E que venha o próximo amor, menos ingrato agora. Haha! :)

    ResponderExcluir
  17. Sempre que conseguimos dizer "adeus" a uma paixão fica essa coisa da melancolia solitária. Mas chega uma hora que é mesmo necessário, todo o mundo merece ser feliz com alguém que lhe queira realmente bem. Fiquei feliz com tua visita!!

    ResponderExcluir
  18. Se for o que entendi :)
    a chuva geralmente limpa nossa alma purifica e nos faz sentir bem :)
    ADOREI o blog ;)
    seguindo
    beeijo

    ResponderExcluir
  19. Bruna,

    nada é para ser entendido, tens que sentir o SENTIMENTO pulsar.
    Agradeço a Visita.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário. A POESIA AGRADECE!